Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Da Terra dos Vikings para a Vacolândia

Vista do Lac Léman na caída da noite Realmente a Suíça é um lugar muito lindo!! Agora então, com as cores de outono, hummmm, ela está linda, linda!! ;-) Este final de semana, aproveitamos para passear um pouco com minha mãe que está aqui conosco, pra ajudar enquanto me recupero . Ontem fomos à  Maison Cailler , uma fábrica de chocolate que tem uma espécie de museu interativo sobre o tema e no final, uma degustação maravilhosa e à vontade!!! Claro, que eu não entrei por conta da recuperação da cirurgia, mas recomendo fortemente o passeio... Desta vez, fiquei esperando na cafeteria, lendo e mantendo a pança  pose. Achei que a recuperação da  cirurgia  seria mais rápida, mas ommmmmm, ommmmmmm, paciência. Tenho que trabalhar a paciência... ommmmmmm. *** E foi no caminho para a fábrica de chocolate que minha mãe comentou sobre as vaquinhas suíças. Adoro os comentários da minha mãe, eu diria que ela tem um olhar lindo, agradecido, diferente, um pouco "síndico" das coi

Agradecimento

Gente, achei de uma gentileza enorme o programa Papo de Mãe , da TV Brasil, que me enviou por correio o DVD do programa com o tema "Adoção" até aqui...na Suíça. Sem que soubessem, o DVD chegou em um momento muito oportuno, onde euzinha estava acamada em um leito de hospital, esperando não sei o quê e tive então o prazer de me deliciar com esta carta surpresa linda na minha caixa de correio. Obrigada a Equipe Papo de Mãe e principalmente  à Déborah Emílio por isto!! Valeu!! E aqui vai minha dica: O Programa Papo de Mãe é um momento excelente para nós mamães, que com tantas dúvidas, podemos nos identificar e refletir sobre assuntos do nosso dia-a-dia materno. BISOUS, Pandora Namastê

Licença Maternidade para Adoção

Li este artigo na Revista Crescer e resolvi compartilhar com vocês: Licença Maternidade para Adoção Tardia Acredito ser pouco tempo, mas uma medida extremamente importante para a geração do vínculo afetivo com o/a ou os/as novos(as) filhos(as). Vejam o que aconteceu comigo em Oslo, na Noruega: Quando entramos no processo de adoção de nossos dois futuros (agora atuais) filhos, contratamos um advogado para nos representar enquanto toda a burocracia corria, pois eu e meu marido trabalhávamos na Noruega. Mas quando percebemos que algo no Brasil estava seguindo um caminho indesejado, e que os irmãos poderiam ser separados, resolvemos ir até lá para lutarmos de perto por eles. Então, fui até a escola onde eu trabalhava e com o coração nas mãos informei que me ausentaria por um tempo e claro, pensei que meu contrato seria rescindido no mesmo momento... Mas o desfecho foi bem diferente!! Minha surpresa, foi notar a comoção dos meus superiores ao me oferecer uma Licença de Compaixão

Era a tal...

E assim a Pandora Adormecida foi acordada aos beijos por três lindos príncipes... uma escadinha deles, um príncipe loiro de olhos verdes de apenas quatro aninhos, um moreninho (cinco aninhos) com os cílios mais lindos do mundo e um bem maior que estes, eheehhe, o super marido!! Este post não é nada "cor de rosa". Contém muita realidade, melancolia e drama, mas leiam até o final, pode valer a pena, pois, além do conto, o tom será também de alerta para mulheres que como eu sofrem com a Endometriose  http://pt.wikipedia.org/wiki/Endometriose    e também para mamães de meninas, para que fiquem atentas aos sinais silenciosos de uma doença que ainda não tem cura e começa pelo fato de somente ser diagnosticada através de uma vídeo-laparoscopia (sim, dificilmente ela aparece no ultrassom) e desta vez,  a descobri devido a uma Ressonância Magnética que detectou algo estranho no intestino. Ah! O médico pediu este exame devido ao meu histórico de várias cirurgias e uma Endometrios

Mamãe no Hospital-Parte II

Aiiii como dói... Gente! Cansei de "brincar de Lego", ehehehe (a piadinha vem do Post anterior " Mamãe no Hospital").  **** Mas deixando a brincadeira de lado, hoje, quero muito, mas muito mesmo agradecer todas as mensagens de carinho que recebi durante estes dias. Muito obrigada a todos!! Vocês não tem ideia de como este carinho foi e continua sendo muito importante. E dizer que, felizmente, hoje é meu último dia no hospital. Eba!!!! Foram longos seis dias de muito perrengue (dores inimagináveis, enjoos, mas que a cada dia tem diminuído gradativamente. Ufffaaaa!!! Também quero dizer que ainda não consigo escrever por muito tempo, pois a Pressão cai, a posição não ajuda, enfim, este Post é apenas uma maneira de agradecer ao afeto que recebi de todos. Valeu!! Em breve, estarei pronta para outro Conto... Continuem enviando boas vibrações!!  Bisous, Pandora Mais pra Lá que pra Cá.

Mamãe no Hospital

E olha eu aqui, vestida em um belo peignoir e pantufinhas branquinhas em um quarto de hospital ( www.lasource .ch/) . Mas não posso reclamar nem um pouco. Primeiro que estou em um hospital suíço digno de um título de primeiro mundo, segundo que estou munida desta super tecnologia, o meu Notebook e terceiro que estou aqui escutando Mika, que eu adoro e me revigora com boas energias!! Dá uma passadinha pelo site oficial dele:   http://www.mikasounds.com/   Vale a pena!!! E tem mais!! Além de um mega cantor e compositor, Mika teve uma infância difícil e hoje brilha no palco da vida, literalmente!! Sou Fã!!! Então, o conto de hoje é o seguinte: Amanhã vou fazer uma cirurgia... e pra amenizar um pouco o texto, vou parafrasear uma amiga muito querida quando disse que seu filho estava quebrando tantas partes do corpo que estava parecendo o "Menino Lego", (risos). Então, digamos que eu seja a "Pandora Lego": Vou retirar uma parte do intestino que "quebrou*" e  

Das amizades que nos suportam

Olha, vou dizer a verdade! Deu o que fazer pra eu conseguir sair do armário e escrever o blog... Primeiro pois eu acreditava que isto deveria ser algo fundamentado em alguma teoria e depois, porque escrever um  blog exige coragem acima de tudo. É simplesmente admitir que eu não sou perfeita, que erro, que sou de carne e osso, sou real... E dentro desse vai não vai, olha eu aqui, é bom demais!!! Apenas sinto muito o fato de não poder compartilhar com o leitor, a imagem dos nossos rostinhos, mas como trata-se de uma adoção tardia é importante nos preservar. Mas hoje eu não vou escrever sobre os filhos e sim sobre os  amigos. Gentem, os amigos!! Seres iluminados importantíssimos nesta nossa jornada!! E o que seria das blogueiras iniciantes como euzinha, sem a solidariedade dos amigos? N A D A! !! No início, são os amigos e a família que lêem nossos posts, comentam, disseminam a outros amigos e familiares e tem a M A I O R paciência pra isso. Valeu gente!! Sintam-se abraçados!

Eu não sou She-Ra!!

Lembra da She-Ra? A irmã do He-Man que dizia: "Pela honra de Greiscow"! Engraçado, passei a infância acreditando que ela era namorada dele (He-Man) e que eu era a própria She-Ra. Linda, forte, poderosa e com um corpão, ahhhhh que tudo de bom!! ••• E foi assim, brincando de She-Ra em uma festa de aniversário, que aos onze anos quando levantei minha espada (que na verdade era um galho de árvore), senti que algo muito estranho estava acontecendo em meu corpo... estaria eu fazendo xixi nas calças? Corri para o banheiro da festa e qual foi minha surpresa? Eu havia  ficado mocinha  menstruado pela primeira vez. Aos  O N Z E  aninhos!! Discretamente, chamei minha mãe. Ela me abraçou, me deu os "Parabéns"e eu claro, pedi para que não contasse a ninguém. Na verdade, me senti esquisita. Como alguém pode receber os "Parabéns" por ter uma sensação horrível de que algo está errado em seu corpo? E andar com um absorvente entre as pernas era algo muito estranho.