segunda-feira, 26 de março de 2012

Carta a uma amiga tentante...

Amiga tentante,

Eu poderia dizer que entendo muito cada sentimento que passa agora no seu coração, mas eu não posso. Eu posso apenas compartilhar aqueles sentimentos que me pertenceram ou pertencem, mas jamais saberei o quão grande é seu desejo, sua ansiedade, seu sonho. Sabe, as pessoas tendem a nos dizer o que elas acham que é certo, ou aquilo que elas julgam ser o melhor pra gente, mas fique tranquila. Cada um sabe "a dor e a delícia de ser o que é" e buscar a tal felicidade pode implicar em várias tentativas frustradas ou não, mas nunca se esqueça que o importante mesmo, é a busca, a tentativa, e isso, minha cara, por mais que doa, te tornará mais madura, mais mulher, mais linda. Ser feliz faz parte do processo,  mesmo que para isso, possa ter umas pedrinhas no caminho.

O caminho é conhecido por muitas e os passos são como um protocolo universal:


  1. Você começa a querer ter filhos. Seu relógio biológico, ou sua vontade começam deliberadamente a "gritar", seus olhos começam a enxergar somente barrigas e crianças...
  2. A decisão é, muitas vezes, tomada em conjunto. Você  e seu parceiro partem para a suspenção dos anticoncepcionais que foram até então utilizados e você, começa a sonhar. 
  3. Check up no doctor, vitaminas e ácido fólico agora fazem parte da dieta.
  4. E as revistas de bebês, decoração para o quarto, roupinhas?... hummm, tudo o que lembra MATERNIDADE começa a fazer parte do seu universo. 
  5. Ah, somos da geração da informação. Livros, blogues, links, TUDO, sim, você passa a ler TUDO sobre o tema. 
  6. Escolhe uns poucos dez nomes, faz mapa astral, vê o melhor mês para a chegada do bebê... ahhh, é tudo uma delícia.
  7. ...
Até que um dia, você começa a sentir cheiros estranhos, gostos estranhos e seu humor...hummmm, tá de lascar, ou você briga ou chora por quase nada. Sim, o resultado deu positivo! Você está prestes a adentrar em um mundo completamente novo. Deixará de ser filha, para ser mãe e todo seu foco e sua ideia de mundo, será repensada. Parabéns!!

***

Ok! Mas existem muitas outras histórias que seguem o mesmo protocolo universal, mas que por algum motivo, tomaram um curso diferente. 

***

Você, tentante que passou pela maioria dos passos acima, sonhou incansavelmente, acreditou até o fim que o barrigão cresceria (e de gêmeos!!)... Seja bem vinda, este é meu clube. 

Eu, como tentante, fui assim... "A otimista do folhetim"! Após um "cheiro" do maridão eu já acordava com desejos e enjôos no dia seguinte... ehhhh, sério!! Meus devaneios são estilo"Glória Peres", faço novelas a respeito de vários assuntos internos, devaneio mesmo...

Pode uma coisa destas gente? 
E Segredinho inconfessável: Eu nunca comprei nenhuma roupinha de bebê, mas comprei várias roupas para gestantes. Acho lindo ver uma grávida com estilo!! Eu tinha de tudo, até meias Kendall... afffff!!!

E assim eu fui ficando toda trabalhada no otimismo. Tentei ficar grávida à moda antiga, também tentei três Fertilizações in Vitro e três inseminações artificiais, enfim, tentei! Fiz minha parte!

Fui tentante por alguns bons anos da minha vida, até que chegou o momento de sacudir a bandeira branca. Eu me rendo!!

Eu sempre soube que minha vontade em ser mãe ia além de querer um filho, eu queria viver a maternidade em toda a sua plenitude, sabe aquela coisa? Eu queria ter a barriga acariciada pelo maridão, queria sentir o bebê chutar, ter dores na coluna, fazer xixi toda hora, poder conversar sobre partos... Amamentar, ter meu marido filmando o parto (bom, ele desmaiaria, melhor tirar esta parte). Enfim, eu também sonhei com tudo isto. 

Mas minha realidade, meu samba, tem outro enredo. Hoje, me sinto bem resolvida em relação a isto, mas,  isto já doeu muito. Um dia, lá no passado, eu tive que elaborar todas as tentativas frustradas com forças que muitas vezes não estavam em mim. Busquei ajuda, fiz terapia. 

A aceitação de que você ou seu parceiro ou até mesmo os dois juntos, não podem ter filhos biológicos deve sim passar por todas as fases de negação, elaboração e luto, até que vocês juntos, possam realmente entender qual é a realidade de vocês. A partir disto, vale a pena buscar um caminho alternativo para a realização do sonho da paternidade conjunta, que é algo sério, pra toda vida. 

No nosso caso, como eu já tinha um histórico de Endometriose, já sabia que seria difícil engravidar, mas não que seria impossível. Aliás, nunca associei exatamente uma coisa a outra. A impossibilidade, o impossível, são palavras pouco usadas no meu dicionário e acredito até, que se eu continuasse tentando, eu seria mãe biológica, mas, após muitas tentativas e algumas frustrações, eu e o marido optamos por viver nosso casamento, sem "neuras", numa "nice"...

Desta forma, desisti do barrigão, parei de ser "Glória Peres", de ter enjôos e desejos de comer jaca no pé. Doei as roupas, os livros e os cds lindos para embalar bebês à pessoas que realmente estavam vivendo aquela realidade. Me desapeguei! 

Mas... não desisti da maternidade, hã, hã, hã. Aliás, a tenho vivido intensamente!! 

Troquei anos de fraldas e mamadeiras, por bolas e bicicletas. Meus filhos quando "nasceram" em minha vida já vieram cabeludos e com piolhos, sim, muitos!!! E pra tudo isso minha gente, dá-se um jeito. Isso não é nada. Contar isto não me faz ter vergonha, pelo contrário, me faz ter orgulho, não dos piolhos, mas da história que estamos construindo juntos e da mulher/mãe que tenho procurado ser para meus filhos. 

E eu, amo ver uma mulher grávida!! Acho lindo, uma dádiva!! Se um dia me entristeceu não ter tido a oportunidade de viver este milagre da vida, agora, me sinto tão completa com a maternidade de meus filhos "Tom e Jobim" que tudo isto virou um post história pra contar.

Portanto minha amiga tentante, acredite. Seus sentimentos são nobres, nunca desista, seja lá o que te espera, acontecerá! E se precisar de uma lunática, conte comigo, conte com meus contos, com meu apoio. Consigo ser séria quando necessário.  

Beijo grande, da Juliana que se denomina Pandora, que tem uma caixa e que dentro dela tem muita ESPERANÇA.



Bisous

17 comentários:

  1. Achei lindo!! =) Vou guardar pra qdo eu for tentante! =)

    ResponderExcluir
  2. Ju você é LINDA em todos os sentidos dessa palavra. OBRIGADA! Tava precisando mesmo de uma força... Beijos no seu coração. Gisele - tentante!!!

    ResponderExcluir
  3. Ju, imagino o tamanho da sua vontade amiga! Eu fui grávida duas vezes, masssss meias Kendall não tive não!
    O médico até receitou mas eu recusei...
    Obrigada por dividir esta história e admiro a sua força em ter resolvida esta questão da gravidez.
    Bj. Monica

    ResponderExcluir
  4. Ju, que linda carta!!! Linda mesmo!!!

    me emocionei e TIJURO, num minuto de otimismo gigante, pensei que vc fosse falar que está grávida... ou daria um outro final pra história, não sei. Só sei que o seu "final" (que está longe de acabar) é lindo, maravilhoso, veio com dois filhos lindos e amorosos!!!! A suahistória é linda... é de emocionar!

    Amei! Lindo, me emocionei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada meninas, e Dani, ahhhhh, daqui amiga, só por outras vias, rsrsrsrs.
    Quem sabe uma menina? Heim, heim? Beijão, Ju

    ResponderExcluir
  6. Ju,
    Parabéns! Que história linda e emocionante! Como é bom saber que é confiante assim e feliz. Amei tudo que escreveu e identifiquei tanto da sua história com a de uma amiga minha... Até passei o link. Sabe que acho ótimo quando encontramos histórias semelhantes e vemos finais felizes assim.... Encoraja, alimenta, faz a força. Sabe?!
    Parabéns mais uma vez.... um grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Ju que texto lindo!
    Pra variar um pouquinho me emocionei!
    Que Gloria Peres que nada, seu blog é muito melhor que as novelas dela!
    Serio mesmo, quando não choro eu morro de rir... E o que emociona mais é que é tudo real!
    Nunca fui tentante, o meu sonho se realizou com 1 mês de casada,( se bem que acho que meu desejo e meu corpo conspiraram para realizar esse sonho antigo, eu realmente queria muito) mas lendo seu texto pude compreender o que é ser uma! Desejo que todas as tentantes que esperam realizar seu sonho de ser mãe, consigam de alguma forma encontrar a maternidade! E uma MENININHA pra completar essa família não seria uma má ideia!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju! Que lindo texto :)
    Eu já te disse e repito: tua história me inspira!
    É uma prova de que sempre dá pra se fazer um final feliz!
    Beijos,
    De

    ResponderExcluir
  9. Ju
    Obrigada pelas palavras... conto com sua força Saudades de todos!!! Beijos Mari

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju,
    Muito lindo o texto e inspirador para todas as tentantes e todas que ja foram tentantes.... ate deu vontade de ir para o terceiro.. pena que meu querido marido nao quer... alias, nao posso nem falar em 3...rsrsrs
    Acabei me identificando com o texto pois antes de ter meus dois filhos lindos, eu perdi um. E naquele momento achei que nao conseguiria mais... porem achei uma caixinha de esperanca e continuei, mesmo sabendo dos riscos que eu estaria passando pelos meus problemas de saude.
    E digo Ju, que ter tido um barrigao, chutes nas costelas, vomitos por 9 meses (aff!!) nao faz nenhuma mae ser melhor que a outra que passou meses ou anos na busca de seus filhos grandes... o que vale e a emocao quando eles estao em nossos bracos pela primeira vez.. sejam pequenos ou grandes.... Parabensnao so pelolindo texto, mas pelo exemplo de mulher e mae!!!
    beijos
    Gabi

    ResponderExcluir
  11. Parabéns, Juliana. Lindo demais o que vc escreveu. Eu fui "tentante", tive duas perdas e agora tá aqui o meu bebê. Chorei lendo o teu post! Muito bacana mesmo!

    ResponderExcluir
  12. Jú...tô aqui com os olhos marejados mais uma vez. Texto lindo!

    Posso dizer que fui tentante por 5 anos, fomos considerados casal estéril, me disseram que talvez eu pudesse engravidar somente fazendo IA. Cancelei meu plano de saúde e desencanei. 5 meses após cancelar o plano, angravidei...sem IA, sem tratamento, sem frescuras...naturalmente, como Deus permitiu!!

    Minha pequena está prestes a completar 2 aninhos e confesso que sou uma mulher muito melhor hoje...para Deus, nada é impossível!!

    bj

    ResponderExcluir
  13. lindo Ju!!! amei!!!

    estou nesta posicao de tentante, ate mesmo pq segundo a medica tenho ate maio para conseguir, se nao irei operar de endometriose... pois eh... achamos alguns focos e tem me causado dor entao nao podemos bobear.... mas se eu engravidar a cirurgia eh cancelada ...
    mas vamos ver...
    bjs e obrigada por mais um post lindo!

    ResponderExcluir
  14. Me perdi neste blog. Amei... Como que faz pra ver uma fotinha destes pimponhos e desta mãe padora com seu "pandoro"???
    Curiosa pra conhecer esta familia abençoada !

    bjs grandes (sem meias Kendall) kkkkkkk

    ResponderExcluir
  15. Piu, tem um post "a pedidos" que timidamente, mostra esta "intrépida trupe", vai lá!! bjs

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo(a)! Sente aqui na varanda que eu vou passar o café!