Pular para o conteúdo principal

A importância da rotina na hora de dormir.

Se tem uma coisa que os amigos estranham admiram quando vem aqui em casa, é a forma como T. e J. vão para a cama e dormem. E nós, já acostumados com a rotina, achamos a coisa mais normal do mundo o fato de que os dois, vão pra cama cedo e deitam sem estresse e/ou briga na "dura" hora de deixar de brincar e ir dormir.

E como na semana passada conversamos sobre isto com três amigos diferentes, percebemos que na verdade, foi o acaso que nos ajudou a ter a tal disciplina do sono.

Foi assim...

Assim que assinamos a sentença do juiz, nos delegando o direito a guarda provisória (Pausa: Imaginem a FELICIDADE que sentimos ao assinar este papel!!!!), fomos novamente ao encontro de nossos filhos. No momento, eles estavam na escola e de lá, seguimos viagem para a casa de minha mãe (em outra cidade), onde moraríamos durante todo o período de adaptação.

O que e quem nos ajudou neste dia?

Bom, o fato de sairmos com duas crianças, uma de quatro anos e outra de quase três, assim, ainda sem vínculo afetivo e viajar dentro de um carro, não foi nada fácil pra eles. Neste dia, contamos com a ajuda de uma cuidadora (hoje amiga) voluntária do Lar onde viviam. Ela nos acompanhou até a cidade de meus pais, no mesmo carro, para que se sentissem seguros. Temos um carinho enorme por ela e pela família dela, afinal, elas ajudaram e muito na construção da ideia de amor e cuidado que nossos filhos tiveram no início da vida deles. Obrigada, de coração!

Chegamos na casa dos meus pais.

Estava tudo pronto para recebermos nossos filhos, que não vieram de uma maternidade, não, já nasceram pedindo o passeio "Com emoção"!! Vieram de um Lar, onde puderam experimentar os primeiros obstáculos na vida, mas que também experimentaram o amor e o carinho de alguns.


Após toda a rotina, comida, banho e toilette, chegou a hora de dormir. Quem disse?!/!

T. e J. iniciaram uma espécie de "motim" contra euzinha e o maridão. Foi ursinho de pelúcia e brinquedos para todos os lados e a maioria, era jogado em nossa direção. Eles riam, corriam, gritavam.... CAOS generalizado. Eu digo isto, pois não eram somente eles que estavam nesta manifestação desenfreada de ansiedade, eu também estava em pânico. "E agora José?"

Naquela mesma noite, a filha de meu irmão, a linda e delicada Lara, resolveu participar da farra e chegou junto, ou melhor, decidiu nascer no mesmo dia em que meus filhos chegaram em nossa vida. Bárbaro, hã? Nós, meu irmão e minha cunhada linda, "parimos" no mesmo dia e meus pais ganharam três netos na mesma noite, passaram a ter seis netos no total.

E já eram 23hs e nada... após conversas e explicações frustradas sobre a importância do ato de dormir, percebemos que não chegaríamos a lugar algum... eu tremia muito (muito mesmo), então, como no quarto havia uma bicama, deitamos, eu e meu marido em uma e fechamos os olhos. Começamos a dissimular uma respiração mais tranquila e ofegante, como a de um sono real e permanecemos ali, por horas... até que:

Até que percebemos que os dois se abraçaram, se protegeram mutuamente e caíram no sono.

A partir deste dia, durante alguns bons meses, deitávamos com eles desta forma até que pegassem no sono e depois, passávamos cada um para sua caminha. Nada programado, mas que criou uma excelente rotina e hoje em dia, eles dormem tranquilamente cada um na sua cama, sem choro, super seguros e tranquilos.

E tem coisa mais linda que esta gente?

Bisous dela,  da Pandora mãe.






Comentários

  1. Ju, que foto linda........ te juro que fiquei com os olhos marejados, com vontade de chorar, de tão linda a foto... que carinho do mais velho com o irmão protegido, ele praticamente por cima, protegendo o peito do mais novo, passando a mão pela sua cabeça, segurando o que no irmãozinho há de mais sensível, o peito e a cabecinha. Como irmão mais velho, mostrando que estava tomando conta dele nessa nova vida, na nova rotina, com os pais (novos), e que tudo daria certo, que eles estavam juntos, que o mais velho jamais deixaria de cuidar do mais novo - e viajo agora pensando que no Lar eles deviam ficar se protegendo sempre, né? - e dormiram assim... nossa, eu não sei se estou muito sensível, só sei que amei a foto, estou enxugando lágrimas que teimam em escorrer.

    Linda foto, linda!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Aiii Dani, vc conseguiu ver na foto tudo aquilo o que é real, é lindo mesmo ver a união e o amor destes dois. Beijo querida!!

    ResponderExcluir
  3. Demais Juju !!! Essa foto retrata o amor, carinho, cumplicidade entre eles dois .... Meu Deus , que emoção !!! Bjs saudades Ká

    ResponderExcluir
  4. Ju,
    Que amor! Um amor tão grande que transborda através desse post. Lindo de ler, lindo de ver seus filhos.
    E vocês estão de parabéns... com certeza, pois passaram essa segurança e tranqüilidade para seus filhos desde que chegaram. Emociona, sabe!
    Que assim continue e que brindem a união e a família feliz por muitos e muitos anos!
    Sabe que fiquei curiosa para saber tantas coisas desse processo tanto! Quem sabe um dia conseguimos conversar mais... Beijos e mais beijos

    ResponderExcluir
  5. Ai D.Pandora, assim vc me mata de tanta emoção, que coisa mais linda essa foto!! Um protegendo o outro... Que sorte a sua por ter parido dois irmãos de uma vez :D Acho que se fosse comigo não ia aguentar, ia querer pular ali junto na caminha, hehehe(#aloka). Bjos :*

    Patricia http://www.filhodamaeedopaitbm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que história mais linda, Ju (posso chamar de Ju?!?)!
    Senti aqui de Floripa esse abraço gostoso deles, um afago pra duas alminhas tão (naquele momento) carentes, amedrontadas! Lindo demais!
    E, oh, parabéns pelo super trabalho que tem feito com seus filhos, viu?!? Aqui pelo blog é visível que vc tem muito trabalho, muita luta... mas vc está se saindo bem demais!!
    Sempre que penso em ser mãe, penso na hora de dormir e digo pra mim mesma que meus filhos irão dormir cedo (kkkkk). Pode não dar certo, mas vou lembrar-me de ti e pedir a Deus que eu consiga as proezas que vc tem conseguido!!!
    És uma super mãe!!!

    ResponderExcluir
  7. Que lindos!!
    Tem como não se sentirem protegidos assim tão coladinhos!!!
    Adorei seu texto!!
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  8. acho a coisa mais linda do mundooooooooooooooooooooooooooo parabéns pelos filhos lindos e carinhosos^^

    ResponderExcluir
  9. Ai Ju, pelo amor de Deus, não me vá fazer chorar logo de manhã né? Que foto é esse? Que amor é esse? Que coisa mais linda. Que relato tão suave e tão profundo?

    Tem hora que vc se supera amiga!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. oi Ju!
    adorei a foto! e que história linda dos dois se cuidarem na primeira noite... estáo táo emotiva esse dias, que até chorei...
    já estou aqui na Alemanha...mas menina só choro!!! quando acaba essa tristesa???!
    um super beijo

    ResponderExcluir
  11. Olá querida, vim lhe prestigiar através do mães internacionais..e ficaria horas e horas lendo os seus posts,,além do encantador amor e carinho..sinto uma transparência enorme..estou adorando o seu blog..volto com mais calma depois..e quando puder venha me visitar!! Tenho um amigo na Suiça, e apesar de ser suiço ele fala português..bjs, Elo

    ResponderExcluir
  12. Que lindo, Ju!
    Um dia conta aí a história da Lara? Fiquei curiosa :)

    ResponderExcluir
  13. Jú....que lindos!!! Adorei a foto!! Fiquei emocionada como a maioria que vem e lê o seu blog!!
    Vc e o Gustavo são pessoas abençoadas e super prontas desde o início para serem pais de verdade!!!
    Nunca encontrei tanta habilidade, compreensão, respeito, reciprocidade, amor verdadeiro e disponibilidade para o que der e vier (fundamental para construir uma relação madura, segura e real)nos pais que eu conheço!!
    Com certeza isso reflete na estabilidade emocional que seus pequenos estão aprendendo a construir graças a vocês dois!! Base essencial para aquisições que para nós adultos nos parece simples, como o fato de dormir cada um em sua cama, mas que para eles é uma conquista tremenda!! É lindo ver e acompanhar essa relação de vocês como família!! Parabéns!! Gostaria de ressaltar que hoje em dia essa maturidade, segurança e amor INCONDICIONAL está em falta no mercado!!
    Vocês são peças raras!!
    Que Deus abençoe sempre vocês!!
    Um beijo carinhoso...Mar.

    ResponderExcluir
  14. Oi Jú,

    Estou aqui chorando aqui com essa foto... Que amor mais lindo e tão grande desses dois irmãozinhos, e que graças a você e ao Gustavo puderam continuar juntos!

    Bjs, Gabi

    ResponderExcluir
  15. Isabela Tassi Borges Moreira26 de maio de 2012 13:08

    Que lindos!!!
    Muito fofo Gabriel protegendo o Lucas, que maravilha...
    Que Deus abençoe vcs, gracinha...
    Beijos amo vcs...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seja bem-vindo(a)! Sente aqui na varanda que eu vou passar o café!

Postagens mais visitadas deste blog

Filho é filho! Já dizia a sábia raposa...

Não foi à toa que voltei a escrever e antes de voltar no tempo e tentar resgatar as memórias destes quase quatro anos de pausa, vou compartilhando as novidades “fresquinhas”.  Dias atrás, “Tom”, 10a, chegou em casa com um livro da escola. Aliás, coisa que adoro por estas bandas dos alpes gelados é que a leitura diária é levada muito a sério. E eles tem que ler em voz alta para alguém, que neste caso, sou euzinha. Cada um na sua vez, diariamente e eu virei uma “ouvidora” de histórias. Então, “taveu” fazendo catando algum chinelo, lápis, coco da cachorra algo que não me lembro bem agora e lá vem Tom, pra fazer a leitura deste livro:    O livro era daqueles antigões, com a capa dura e um cheirinho peculiar de naftalina (Oi?). Mas era da biblioteca da escola e estava bem conservado e encapadinho. Ainda perguntei a ele: “ Quem escolheu este livro filho? ” e ele… “ eu mãe, achei a capa bonitinha” .  O livro não tinha propriamente uma capa com apelo interessante para a le

Série co-autores, conte sua história no blog! Hoje, a conquista do parto natural e quem nos conta é a Karime.

Hoje a série co-autores do Contos , renasce, literalmente.  Além de trazer um lindo relato de parto, dia 20 de janeiro de 2013 , é o dia em que a personagem principal desta história real, a Lara, completa 1 aninho.   P a r a b é n s L a r a !!  Voilà, o conto: Bom dia Mamães! Hoje, dia 20, minha filhota completa 1 ano :) E para comemorar e começar o dia com toda boa energia e em alto astral compartilho com vocês como foi o parto dela... FOI ASSIM:  Pessoas queridas do meu coração, estou aqui, menos de dois anos depois do relato do nascimento do Luca para escrever sobre o parto da Lara! Uma experiência tão marcante e intensa que é preciso respirar fundo várias vezes para tentar traduzir tamanha emoção em palavras... Como sabem, sonhava vivenciar o parto natural e por se tratar de uma tentativa depois de uma recente cesariana tudo já era naturalmente diferente... opiniões daqui, estatísticas dali, pesquisas de lá, ‘achismos’ acolá ... e o meu desejo acima de tudo! Sorte, mu

Aniversário Solidário

"Você é a mudança que deseja ver no mundo"  Mahatma Gandhi  EMPATIA Segundo a definição que encontramos aqui ,   Empatia   significa a   capacidade psicológica  para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em   tentar compreender sentimentos e emoções , procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.  A empatia leva as pessoas a ajudarem umas às outras. Está intimamente ligada ao altruísmo - amor e interesse pelo próximo - e à capacidade de ajudar. Quando um indivíduo consegue sentir a dor ou o sofrimento do outro ao se colocar no seu lugar, desperta a vontade de ajudar e de agir seguindo princípios morais. Assim surgiu a ideia de este ano, pela segunda vez nestes meus ... vinte e poucos quarenta e dois  anos, reunir várias amigas (mais de quarenta) que também moram aqui na Suíça para uma confraternização do meu aniversário (3 /3 anota ai), no Dia Internacional da Mulhe