Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Dois anos aprendendo a ser mãe!

Hoje é dia de celebração por aqui, pois comemoramos dois anos juntos, em família!! Não é necessário dizer o quanto nos sentimos felizes, né? Mas, confesso que apesar de ser pouco tempo, são tantas informações e vivências que até parece uma vida inteira. Mas na verdade, como eles ainda são pequenos, e a noção de tempo é diferente da nossa, resolvemos passar como um outro dia qualquer, sem bolos e coisa e tal, mas resta aqui, no coração desta mãe, uma viagem no tempo, relembrando cada etapa, cada conquista e jamais esquecendo do sentimento de euforia  e alegria quando recebemos o "sinal verde" do Fórum. INESQUECIVEL!!! E só me resta agradecer à vida, pela oportunidade em experimentar esta dádiva que é ser mãe e como muitas, há dois anos... Eu não vivo mais só pra mim... Eu tenho o sono super leve e acordo a cada tossida no quarto ao lado... Eu cozinho e saudavelmente TODOS os dias... Eu virei motorista, e vou pra lá e pra cá, literalmente... Eu não sei o que

Vamos falar de birras

Dias atrás, passeando com os meninos pela borda do lago, me deparei com uma cena inusitada: um pai vestido em um belo terno e a filha passeando também, como os meus meninos, de patinete. De repente, quando o pai ameaça ir embora, a menina se joga no chão e começa a "tal da birra". O pai, talvez cansado, permaneceu olhando pra ela e tentou repreender aquele comportamento e nada... De repente, o pai simplesmente deitou no chão ( de TER-NO, Oi Burnout, a gente vê por aqui)) e começou a fazer como a filha, se jogou no chão e "birrou" total. Gente!! Até eu comecei a rir da cena!! A menina olhou para o pai e logo levantou. Envergonhada, ficou olhando para os lados para ver se outras pessoas viam a atitude dele. Ela cruzou os bracinhos e continuou com um beicinho tímido que ainda denotava um resquício da birra... mas parou o escândalo que estava fazendo. Quando o pai percebeu que ela havia parado, ele simplesmente sentou no chão (de TER-NO) e conversou com ela sobre su

Minha mãe é uma bruxa e o Dia Nacional da Adoção

Editado: Caros amigos do Contos,  Após este post, onde coloquei fotos do livro "Minha mãe é uma bruxa" e a tradução do mesmo, uma amiga me alertou sobre problemas com plágio, pois não pedi autorização formal aos autores para tamanha façanha. Portanto, recomendo a leitura deste livro, que nada mais é que um convite à  reflexão sobre todo o processo de adoção, pelos quais muitos de nós passamos, desde tratamentos até toda a burocracia, de uma forma lúdica e inusitada.  O livro foi comprado aqui na Suíça e está todo em francês, mas acredito que possam encontrar em outros idiomas. Peço desculpas por ter que refazer o post, retirando a tradução e também, algumas páginas.  Falha nossa!! Este post foi escrito em comemoração ao 25/05, o Dia Nacional da Adoção no Brasil.  Obrigada pela compreensão, Juliana  Minha mãe é uma bruxa - Rascal et Neil Desmet    *** Ao terminar este post, vi um desabafo do amigo e jornalista  Fabrício Esc

E eu fico como?

"De olhos e nariz vermelhos" ...não, não sou o coelhinho. Tudo é lindo, chega a ser até uma paisagem de filme e sempre digo brincando " Nossa, parece até que estamos na Suíça" , mas brincadeiras a parte e tirando todo o romantismo em questão, hoje o assunto é Pólen, o vilão. Imaginem que há dois meses estava um frio danado e ainda a neve pairava nos picos dos Alpes. E nós moramos, vamos dizer, um pouco abaixo da metade do caminho deles, então, aqui na riviera suíça a gente tem de tudo um pouco, e pra ilustrar isto foi que na semana passada, em plena primavera, nevou aqui pra cima. A-DO-RO. Mas imaginem que em um passe de mágica as árvores que antes estavam sequinhas, sem folhas e flores, agora exibem uma silhueta robusta, bem verde e as flores, ahhhh, as flores são um encanto a parte. Algumas até parecem ser cultivadas simetricamente e são, mas outras nascem maravilhosamente como um  grande milagre da natureza e enchem os olhos e a vida de quem as vê. LINDAS!!

Não fale de boca cheia!!

Sabe aquelas horas quando você vê seu filho fazendo algo e logo pergunta: " Mas onde foi que ele aprendeu estas coisas?" E é claro que muitas vezes esta pergunta surge de uma surpresa inusitada, que te enche de orgulho. Ontem vi uma cena na escola deles que me senti assim... Ao encontrá-lo no pátio ele me disse que a professora estava me chamando e quando chegamos na sala de aula, lá estava ela, sentada, escrevendo em sua mesa em um canto da sala. Foi então que ele deu três batidinhas na porta, entrou em um passo lento e com as mãos juntas em frente ao corpo, soltou (em francês, ok?): _ Professora, com lincença? Minha mãe já está aqui. Confesso que fiquei surpresa com tamanha educação, que claro, apesar de tentarmos, jamais o vi fazendo isto assim. E de onde surgiu isto minha gente? A resposta não é difícil. A educação nas escolas suíças é algo que me impressionou desde os primeiros dias. Claro que não podemos generalizar, mesmo porque minha experiência neste paí

A bruxa tava solta...

7h00 - dia 15/05/2012 _ Bonjour!! Bonjour meus amores!! Tá na hora de acordar... E nada... Beijinhos nos pimpolhos e o mais novo sorri e diz que sou linda, já o mais velho dá uma forte resmungada bem bafuda e vira de lado. Tento novamente. Mas, o sono estava forte e além de beijinhos, rolou um "GENTE, TA NA HORA DE ACORDAR!!", mais convincente.... e nada. Janelas abertas e enfim, eles despertaram. Enquanto tomávamos nosso "petit déjeuner", meu telefone tocou. Era a professora chamando para mais um capítulo da novela: " Meu filho vai, ou não vai para a primeira série" ... decisão que muito em breve será tomada, pois estamos quase no final de um ano letivo.    PAUSA Acordei animadíssima para correr, caminhar, comer pouco e cuidar de mim. ADORO quando acordo assim!! Mas como eu tinha aula de francês e um coleguinha de escola deles vem todas as terças-feiras almoçar conosco, teria que deixar a corridinha para mais tarde. Ok, talvez enquanto ele

Mãe moleca...

Redescobrir , reconhecer, ser... Se fascinar, cansar, esbravejar. Buscar, tentar e querer muito acertar. Se encantar, sentir, molecar. Sou Mãe então. Então, tá!! Tenho conhecido de pertinho o universo masculino, desbravando o que há de novo em mim, apenas assim: sendo mãe de meninos, me inventando moleca. Me encantando em ver mais que pernas crescendo, vendo almas em movimento. *** Agora a fase é outra. A fase é da mãe que patina, esquia, chuta a bola. Hoje é Dia das Mães e passei aqui pra dar um beijo em cada mãe por escolha, em cada tentante e em cada mulher que espera um filho na fila de adoção. E aqui mostro meu presente, que ganhei dos meus filhos, pra marcar pra sempre esta nova fase, como uma tatuagem, uma marca... Um presente personalizado, customizados por eles. Amei!!! Surpresa do super papai, que uniu em um só presente, duas paixões. Juntinhos e totalmente único. Este pé, com desenhos by "Jobim" (4anos9m) E este aqui, by "Tom&quo

O Sistema Público Suíço de Ensino

Esta semana tivemos uma palestra na commune do cantão de Vaud para os pais das crianças que ingressarão no Primeiro Ano Escolar do Ensino Fundamental, no próximo 27 de agosto de 2012. Veja bem, a escola ainda está avaliando se "Tom" vai ou não vai para esta série e então, continuamos assim... com cara de paisagem. E o pior é que estávamos bem decididos que o melhor pra ele no momento seria permanecer mais um ano no "segundo infantil", mas confesso que após a palestra, fiquei em dúvida novamente. Veja como funciona o sistema público aqui. As crianças tem por direito, dois anos de ensino gratuito no jardim de infância até completarem seis anos. Neste período fazem muita bricolagem, ginástica, começam a ler, a escrever palavras simples e o próprio nome e aprendem a viver em sociedade éaiqueobichopega!!. A palestra contou com a presença de alguns vinte profissionais da área pedagógica, psicológica, fonoaudiológica, enfim, todo o aparato que a Educação necessita pa

Estamos no Mamatraca esta semana!!

Esta semana o Mamatraca está fazendo uma homenagem a muitas mães de carneosso , trazendo depoimentos de histórias reais que muitas de nós, mães (encho a boca pra falar), temos pra contar. Daí que eu estava aqui em casa, naquela correria enorme para o aniversário do filho, quando a super querida Priscila me fez o convite para participar do "Mãe é tudo igual" desta semana do Dia das Mães, lá no Mamatraca. Me senti  superfelizencantada  honrada né? Poder compartilhar nossa história assim, FA. LAN. DO e desta forma, foi uma enorme alegria!! E eu só consegui gravar o vídeo no domingo pela manhã (reparem na cútis inchada dela), mas falei com o coração e com toda sinceridade que eu acho que a vida deve ter e ser. E as fotos?? Noooossa, vocês sabem o quanto eu tenho "neura" com isto, né? Mas tenho trabalhado isso e resolvi abrir uma exceção para O Vida de Mãe e para o Mamatraca , desta semana tão especial!! Depois passem lá pra conhecer os rostinhos dos meus prínci

Uma alegria ser Mãe e estar no "Vida de Mãe" nesta semana pra lá de especial

E para comemorar minha maternidade e a realização deste sonho no meu segundo Dia das Mães , compartilho com vocês um texto e... fotos!!! Eba!!!!  Para me visitar lá, clique aqui ! 

O aniversário suíço do meu filho brasileiro...

Ufffa, escrevo este post completamente feliz e totalmente relaxada após o aniversário de seis anos do "Tom". A comemoração foi ontem, dia cinco de maio, exatamente no dia em que ele nasceu. E como temos acompanhado as festinhas dos amigos da escola, decidimos fazer um aniversário no estilo suíço, pois a maioria dos convidados eram daqui. Claro que as diferenças para um aniversário brasileiro, são enormes e vou contá-las tim-tim por tim-tim. E tem diferença? Muitas. Posso começar enumerando cada uma delas e "azamiga" que moram aqui devem  podem colaborar acrescentando suas experiências nos comentários, ok? Conto com vocês!! Voilà! Como o papai estava viajando a amiga aqui precisou de uma mãozinha ou melhor, quatro mãozinhas, as dos filhos e eles ajudaram e curtiram cada etapa dos preparativos da festinha, foi uma delícia. Ainda de pijama, eles me ajudaram com os balões.  E adoraram a farra, principalmente quandoos balões estouravam!!  OS CONVIDADOS Este it

Música maestro! Um encontro com Edgar Willems.

Antes de continuar a saga da viagem, vamos falar de música? Esta semana nossos filhos começaram as aulas de música e foi uma agradável e bizarra surpresa. O método, também conhecido como método  Edgar Willems , foi criado por um p edagogo e musicista, que acreditava que iniciando a musicalização desde pequeno, a aprendizagem mais tarde se tornaria mais espontânea, devido a intimidade que a criança estabeleceria com a arte. Eu e o maridão, quando pequenos fazíamos aulas de piano, mas a falta da prática nos tirou total o domínio nos dedos. Uma pena, né? Mas, estes meninos ainda podem contar a avó paterna e um tio que ainda tocam e claro, encantaram os meninos desde  que descobriram o piano pela primeira vez.  E sabe, esta é a "praia" do "Jobim". Este meu pequeno leonino que neste momento ruge ronca desmaiado ao meu lado (isso, já é noite aqui nos alpes...), tem muito dom pra música. Sabe? Então, já dá pra perceber que ele tem. Ele marca ritmo nas músicas, observ