Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

BC - Mães Internacionais- Parabéns a você!! Comemoração de aniversário na Suíça

Todos os aniversários dos meu filhos até o momento em que viviam no abrigo, foram comemorados no Brasil, mas não temos nenhum registro sobre isto, e ao meu ver, eles também não. Então, um mês antes de estarmos juntos, "Tom" comemorou seu 4º aniversário na casa dos meus pais , pois haviam ido até minha cidade natal para exames médicos, etc. A mamãe aqui (Eu!!) ficou mais que feliz, mesmo participando via Skype, vendo cada detalhe do bolo maravilhoso de chocolate que a então, futura vovó preparou pra ele com tanto carinho. Claro que ganhei um pedaço de bolo virtual que "Jobim", tão fofo gente, foi até a tela do computador me entregar... snifff, a gente se derrete... Mas, felizmente logo depois, trocamos de lado e agora quem ganha os pedaços de bolo virtuais são os vovôs, tios, primos, amigos lá do Brasil... Enfim, há dois anos, comemoramos os aniversários de nossos filhos do outro lado do oceano e aprendemos muito com tudo isso. Primeiro, foi o aniversár

O Melô do Mimimi

... e ela que estava toda contente e trabalhada na  Pollyanna  (clique para ler a saga), virou a casaca e se transformou: em "uma mulher a beira de um ataque de nervos!!!!" Pollyanna foi nocauteada e deu lugar a uma fera, ou melhor, a uma fúria esta semana e o melhor da história foi perceber que isso é bom, é necessário.  Rodar a baiana foi bom!! Gostei, de verdade.  E o que me deixou enlouquecida foi a conclusão da  CPI da Parede Mofada.  A culpa não é nossa, Ok. Mas teremos que sair do nosso cantinho, para a reforma, o que levará cinco semanas aproximadamente. E qual é o problema? O problema minha amiga é que com tantos percalços decidimos cancelar o contrato de aluguel que acabará em março/2013.  Pensamos que com a nossa rotina, precisamos de mais espaço para as crianças e também queremos nos mudar para outro canto sem mofo.   Mas... a imobiliária não arreda o pé, aqui na Suíça é praticamente impossível quebrar um contrato imobiliário e então, a solução que

O Jogo do Contente ou liberte a Pollyanna que há dentro de você...

Tantas coisas pra compartilhar... Nossa, a vida passa e a correria toma um tempo danado e o babado aqui tá forte. As últimas semanas nãotemsóconcursoebriganalamacomasconcorrentesnão , fizemos muitas coisas, mas a reforma da casa tem me tirado o gostinho e o tempo para escrever em paz e com calma. Reforma... C'est la m...!! Por falar nisso, achei um site com um nome pra lá de sugestivo "Vie de Merde" , onde você desabafa sobre algo ruim que aconteceu com você em um determinado momento do dia. Interessante, não? Estou quase escrevendo uns perrengues por lá, afinal, em outra língua é bem mais fácil, né? Quer ver só? "Jobim" nosso filho mais novo, brincando na área comum do prédio, atira uma pedrinha em um fosso. A pedrinha teve a façanha de quicar no tal fosso e plaft!! Bater com tudo no capô do Porsche do vizinho. Lei de Murphy! O vizinho estava dentro do carro quando viu em câmera lenta a pedrinha que vinha sorrateiramente cair e lascar sua linda pin

Enfim, a decisão sobre a escola.

Eu não combino com generalizações, então, falar de escola suíça não é dizer  que elas são todas iguais. Aqui, falo sobre meu mundinho encantado   nossa experiência, onde a escola é pequena, local, quase no topo de uma montanha e é a escola onde meu filho "Tom" estuda e que "Jobim" estudará a partir de agosto. E esta saga ainda não é algo tranquilo pra mim, por isso, demorei tanto tempo a voltar a escrever sobre este assunto. Tudo isso é porque trabalhei desde os dezesseis anos de idade na área da Educação e só parei, para poder me dedicar à maternidade (há dois anos). Então, dá pra imaginar toda a minha preocupação, né? Se você caiu de paraquedas por aqui (Seja bem vindo(a)!!!) e quiser se inteirar do assunto, o começo de tudo, está  aqui e/ou  aqui . Alors voilà, A diferença entre o sistema de ensino público suíço é extremamente diferente do sistema de ensino brasileiro e também de uma escola internacional, como trabalhei em Oslo, na OIS (Oslo Internatio

Estamos no jornal Brand News!

Fonte:  Jornal Brand-News, maio/2012

It wasn't me!!!

E foi aberta a temporada de: Comer devagar quase parando e fazer carinha de "ué" quando está comendo... Exigir sempre mais...#insatisfaçãoabsolutadapessoinha Ser contra tudo e todos... Irritar o irmão... Aprontar na escola... E a mãe?  Ah! Tá procurando onde foi parar a tal da paciência... Terrible fours??? Alguma dica?? Bisous, Pandora Perdida

A exposição e a intolerância nas relações.

A exposição não é algo fácil para muitas pessoas e eu, por incrível que pareça, sou uma delas. Mas daí você pode ler os textos que escrevo e assistir aos vídeos em que participo e pensar "Que nada", mas é difícil sim, quer ver? Vem comigo no desenrolar do devaneio... *** Me "expor" ou melhor, expor minha história, meus sentimentos mais íntimos e muitas coisas sobre nossa vida foi como aquela pessoa que para perder o medo de altura teve que enfrentar uma viagem de balão ou aquela que por medo de insetos, teve que colocar as mãos dentro de uma caixa vedada cheia de surpresinhas indesejadas.... E eu explico o motivo de tanta neurose preocupação: A adoção ainda é um tema polêmico. Se você ler os comentários que muitas pessoas deixam abaixo de cada artigo ou cada matéria sobre adoção em sites de grande repercussão, nossa, você verá o quanto ainda existe de preconceito. Uma grande maioria é ignorante, não lê e não conhece sobre o assunto e uma boa parte é incriv