sexta-feira, 26 de outubro de 2012

É justo? Diz aêee...


Imagem da Web
Eu escrevo... apago.

Escrevo novamente... salvo.

Eu leio... odeio, apago novamente.

Eu sei. Tenho falhado por aqui...Estou devendo reflexões, choros e risos, mas estou me (re)aquecendo, ou melhor, tenho tentado acreditar que minhas palavras são realmente lidas ou se o número de acessos do blog não são apenas links direcionados do amigo Google. Sabe, o Google?

Mas vou tentar...
Tá, vamos lá.
E no momento, a única coisa que me vem a cabeça é que moro looooonnnnge da minha família de pai e mãe, oras, pois eu tenho a minha família aqui, mas neste caso eu sou a mãe, né? E o pai? Ahhh, o pai??   Então, o pai foi viajar.
***
O pai viaja mesmo e muito, devido ao trabalho. Isso, não é novidade pra mim.
A mãe aqui, viaja também, claro, mas não a trabalho. A mãe viaja com a família pra ver a família, amigos, outras culturas... enfim, a gente curte a vida quando dá.
Mas, desta vez o maridão não foi pra Malásia, EUA, China, como costuma fazer todos os meses. Desta vez, maridão deuumsoconomeuestômago   e foi a trabalho para o BRASIL.

Pensem em uma mulher carente? 

Pô minha gente... Brasil?? Sem "euzinha"?? Sem a gente?? Fala aí criançada!!! É justo isso????
E o piorrrrrrr!! Meu sobrinho, filho de pessoas que ADORO, acaba de nascer!!
Não, não é justo que eu fique aqui, olhando as fotos do meu sobrinho pelo computador, sem poder sentir seu cheiro, ver trocar a fraldinha, pegá-lo no colo....
Não, não é justo oceano!!

***
Me concentro, respiro.

Ok. A grana não dá, esta é a verdade. Acabamos de voltar do Brasil e passagem de avião não é barato não, então, converso comigo e tento me convencer a aceitar a realidade.
Mas que não é justo, ahhhh, não é messsssmo.
O que me restou?
Preparar uma mala enorme cheia de mimos, desenhos e bilhetes para ele. Pra você lindo da tia!!!
E daí que ele não sabe ler? Os pais sabem e podem guardar, afinal, para que servem as caixas? As lembranças?
A tia aqui, sente saudade de quem nunca tocou, mas já ama. Pois amar é isso, é sentimento.

A vida me fez assim.
Um ser humano que aceitou o amor de uma forma diferente, mas amor.
O amor não se explica, se sente. E eu sinto tanto amor!!!

Lembro dos filhos e tudo volta a ficar bem. Me acalmo. Vejo estrelas e tudo parece mais bonito.

Amor...
Penso no amor que sinto quando beijo os dedinhos do "Jobim"... Quando ouço a voz dele me chamando ou me dizendo "Né, mamãe??", com um sotaque tão mineirês, como o meu....
Eu sinto amor quando "Tom" dá saltinhos mostrando que está feliz... quando pega a malinha de médico quando eu dou um espirro mais exagerado, tipo: _"Atchemmmmmmm" e ele vem correndo: "Ça Va mamam? (Tá tudo bem mamãe?).
Mãe é assim mesmo, muda de assunto ou melhor, nunca termina uma conversa. Já viram uma mãe terminar um assunto começado? Noooosssa, a fofoca sempre fica com um gostinho de quero mais, pois uma hora é fralda (que já não é mais meu caso), outra hora é criança que sai correndo, outra hora alguém se machucou, enfim, tempos que passam e que nos deixarão com muitas saudades.
E é pensando nisso que peço para que tenham paciência comigo, com meu "Cantinho Blog", pois tenho me focado muito na arte de ser mãe e falta-me o "terceiro", ou vulgo, alguém para me ajudar. A vida, na minha realidade de expatriada (sendo meu marido um empregado local, ou seja, sem benefícios) é como antigamente: esquenta a barriga no fogão, dirige a "Kombi" cheia de moleques pra comer bolo na casa da tia Ju (vem que eu adoro!!!), faxinão ao som de Marisa Monte (tá, mentira!), ao som de "Dora, a aventureira", "Wonder Pets", passo, lavo, e até auto-manicure e pedicure eu virei. Neste momento, estou toda trabalhada na unha vermelha, cor "Beijo", que eu mesma fiz e me cortei com muito orgulho. (... duro mesmo é fazer na mão direita...)

Mas orgulho mesmo eu sinto em ver que tudo tem dado certo, que meus filhos estão bem, apesar dos apesares e que a crença na vida é uma das minhas maiores virtudes.
E é isso aí minha gente. Fé na vida e ... amor.
Aliás, tô amando...


Tô amando muito Ser Mãe!!

"Muac",

Pandora amorosa

14 comentários:

  1. Querida mamae pandora, a pouco te sigo mas adoro tua historia, n lembro de ter comentado alguma vez... Mas hj n poderia deixar uma mae carente na mao! Hehehe
    Beijos em vcs e mto amor!

    ResponderExcluir
  2. Juliana, quando comecei a ler o teu texto, lembrei de uma coisa que aprendi aqui com vc, há um tempinho atrás. Conversar com meu filho enquanto ele dorme. Achei tão bonitinho e acredito que num futuro não muito distante, essas "conversas" ao pé do ouvido, surtirão efeito. (Oremos!rs)

    Bom, imagino a dor no coração de ver o maridão pegando um voo rumo ao Brasil (a trabalho, eu sei, mas dizer isso ao coração não é fácil)

    E parabéns pela mãe maravilhosa que vc é viu! =)

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Pandora do céu, nem sei por onde começar,menina! Adorei seu jeito de escrever, seu astral!! Bem que a Cintia já tinha me falado! Alias, a Fiona é mesmo ótema! Eu infelizmente nao a conheço pessoalmente, de forma que eu pudesse abraça-la e nao largar por 10, 15 minutos (haha), mas conheço pelo santo skype! E juntando tudo (o sorriso, a simplicidade, a lindeza e o sotaque - sim, porque ela acha que só nós, mineirinhas, temos sotaque, ela nao. Deixa quieto.) ela é uma super fofa, né nao? Adoro demais da conta!

    E... Saiba que tamo junta, Pandorinha. Meu marido é geólogo. Viaja pro Peru, pra Austrália, pra Ghana, aqui mesmo no Canadá, EUA, Quirguistao (sim!) e claro... Brasil. Buaaaaaaaaaa! Também odeio quando isso acontece. Alias, odeio todas as viagens, porque ficar sozinha com os menino tudo nao é facil, mas pro Brasil è mesmo muita sacanagem... Mas que bom que achei uma companheira de marido viajante! :)

    Da cá um abraço!

    Bom, e depois vai lá me visitar pra gente se conhecer melhor, ta?

    Beijos pra vc,

    Lu

    http://nicolandoporai.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Ai D.Pandora carente-amorosa, muitos beijos e abraços p/ vc, sinta-se cheia de amor e carinho enviados diretamente do Brasil!! E ó, faz de conta que o marido foi pro Paraguay, é tudo pertinho :) Bjos para a mamãe da 2ª família mais lindas da blogosfera (a 1ª é a minha háháháháhá) :*

    ResponderExcluir
  5. Obrigada meninas, vocês são "ponta firme"!!! Muac em todas!! Ju

    ResponderExcluir
  6. Ju, minha frô...

    Foi um prazer enorme te conhecer. Obrigada pela receptividade tão calorosa. Vou escrever sobre nosso encontro, porque sem dúvida, merece um registro. Valeu por tudo. Você e sua família são dez! BEijo

    ResponderExcluir
  7. Ahhhh..., Luciana, sua linda! Adorei seu comentário. Tô me sentindo importante nesse post.... hehehehe... Pandora e Lu, tá faltando cêis duas mineirinhas se conhecerem. Estão precisando de uma ponte, é isso??? :D :D :D Beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju, não fique carente, aqui no Brasil está um calor terrível, a política um caos, violência pra todo lado...
    Animou? rsrsrs
    Moro longe de mamãe e papai,maninhos, sobrinhos (lindos), não tão longe como vc mas.... tbém não vou muito pra terrinha(Poços de Caldas)... Estive lá e tudo continua perfeito, uma delícia como sempre foi... Ânimo que festas de fim de ano estão chegando....
    Beijos
    Katia

    ResponderExcluir
  9. Querida Ju, que gostoso o seu texto... cheio de amor...
    Mãe é assim mesmo, começa falando de uma coisa e termina com outra (já tendo passado por outros tantos assuntos no meio do post), eu faço isso inúmeras vezes...
    Que o seu sobrinho tenha esse tanto de amor para sempre... que fofo!

    E concordo, quando marido viaja é ruim - eu já acho ruim morando perto da família (sem querer te deixar chateada, por favor), imagino quando vc fica sozinha... mas vc não fica sozinha!!!! Vc fica com os mininu tudim, eles são uma companhia e tanto e vc pode até tentar esquecer que maridão está aqui passando um calor dozinferno essa terra do cão. Calor horrível, Ju, eu daria tudo para estar na Suíça.

    A Cintia deve ser uma pessoa muito bacana mesmo! Gosto muito dos textos dela, da forma como escreve, das histórias que conta... imagino que deve ser mto gostoso passar uma temporada com ela! =) Feliz por vcs, pq vc tbm deve ser mto legal!!! =)

    Beijos grandes, sua lindona e volte sempre que puder - mas sem pressa e sem cobrança, fique tranquila, sempre que escrever estaremos por aqui para ler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Passando para deixar um BEIJO!

    ResponderExcluir
  11. Dani, sua fofa... Eu costumo ser bem legal comendo fondue e chocolates!!!! Hehehehe... Obrigada. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Compartilho com você essa sensação de estar longe, principalmente agora com o inverno aí e esperando meu primeiro baby longe da família. Mas saiba que saber que mais pessoas estão passando pelo mesmo que a gente ajuda bastante, portanto, não desanime e escreva sempre!!

    ResponderExcluir
  13. oi Ju, tô meio atrasadinha mas deijo um beijo pra você!! quem sabe um dia não te visito aí nessa terrinha linda!!

    ResponderExcluir
  14. Ai Juliana, adorei teu blog...também moro na Suiça pelo mesmo motivo que tu (marido trabalha aqui), tenho um filhote de 4 meses, e agora entrei para esse mundo do blog para contar como é criar um filho longe de tudo e de todos...não é fácil nãooooooo!!hehehe...beijo grande

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo(a)! Sente aqui na varanda que eu vou passar o café!