Pular para o conteúdo principal

uma nova etapa do blog acaba de nascer!!



Tantas coisas acontecendo no mundo né... e eu não encontro o ponto de interrogação no meu teclado recém instalado... mas os problemas do mundo estão tão graves que requerem uma discussão mais profunda, muita reflexão e enquanto vamos fazendo nossa parte dentro das nossas casas, com nossos filhos e família, vou continuar teclando aqui meus devaneios até que o tal do ponto de interrogação apareça em alguma tecla perdida por aqui... e outras postagens deste tema possam vir em outro momento.

O fato é que uma amiga me ajudou a mudar a cara do meu blog, dando um ar mais personalizado e isso se deve a algumas mudanças que virão pela frente. Os codinomes de meus filhos nos textos vão permanecer por uma questão de neurose de escolha da mãe. Acredito que já que os contos são escancarados  verdadeiros, um mínimo de preservação, acredito ser necessário. BUT... porém, contudo, os filhos cresceram um "cadinho" e agora, depois de tantos anos preocupada se eles aceitariam ou não a exposição  no blog, eles chegaram um belo dia e me disseram que, PASMEM,  querem ser... Youtubers... Chocada!!! 

Agora é um tal de grava isso e aquilo, fazem vídeos, falam pelos cotovelos entre eles, editam, refazem, acham o máximo e óimmmm, eu acho que levam o móoo jeito. 

Daí então veio a idéia de usarmos esta plataforma (meu bloguinho simprinho), desta vez juntos, para continuarmos compartilhando nossas experiências, da mesma forma que me é peculiar, na prosa com a mãe aqui, no cafezinho com bolo na varanda do desabafo, na pracinha cazamiga, porém agora com o som das crianças (pré adolescentes) ao fundo... legal neh...

Outra novidade, agora, com o aval de Tom (11 anos) e Jobim (10 anos), as imagens e fotografias foram liberadas. E não foi somente este aval que fez a cabeça desta ex-atual-recém chegada blogueira mudar de idéia. Muitos daqueles que me acompanham nestes anos sabem o quanto sempre cuidei da preservação da imagem da nossa família e dos nossos filhos, mas como estamos em constante processo de transformação (ainda bem) eu me aprimorei *beijinho no ombro*, rs nestes últimos tempos...

    

Como eu contei pra vocês aqui , desde fevereiro de 2016 muita coisa mudou na minha visão de mundo. Muitos receios e neuroses minhas em relação à nossa exposição foram debatidas durante este período de pausa do blog, foram muitas sessões e conversas com minha psicóloga e na maioria das vezes, ela me dava razão. A exposição tem suas vertentes e nem sempre é boa. Porém, em muitas outras conversas com ela, com amigos, leitores de vários cantos do mundo e a última sessão que tivemos com um psicólogo suíço aqui, ficou claro pra gente que expor nossa experiência esta longe de ser exibicionismo. Após passar bem perto do Cabo da Boa Esperança  pela dificuldade da Ménière, percebi que a vida é uma dádiva e que o caminho que escolhemos percorrer com nossos filhos foi acertivo, bonito, corajoso, nos completa e nos transforma a cada dia. Segundo a visão do psicólogo suíço, vários fatores estão agregados à nossa história e muitos deles podem SIM inspirar muitas outras famílias que estão na mesma situação que a nossa... Palavras dele:

"Eu tiro o chapéu, pois além do fato da adoção de dois irmãos biológicos, já crescidos (4 e quase 3 anos), somam-se os fatores expatriação, trilinguismo, adaptação a outras culturas, climas, entre outros..." 

Alors... Respira fundo mãe Pandora, mostra o que é teu, que a vida te presenteou e que o universo inteiro conspirou para que este encontro de almas fosse possível!! 


Com vocês, uma nova etapa do blog acaba de nascer!! 






Tom e Jobim, na Alemanha em 2013

Lugar incrível na fronteira entre Suíça e Austria

Eles, na escalada do Matterhorn (rs) Suíça, 2012

Eu e Jobim com quase três aninhos, em Oslo, na Noruega.  Amo esta foto!!

Momentos inesquecíveis no Dyreparken, em Kristiansand, Noruega.   
Nossa família, Jobim banguela, Suíça 2015
Muro de Berlim, 2017




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Filho é filho! Já dizia a sábia raposa...

Não foi à toa que voltei a escrever e antes de voltar no tempo e tentar resgatar as memórias destes quase quatro anos de pausa, vou compartilhando as novidades “fresquinhas”.  Dias atrás, “Tom”, 10a, chegou em casa com um livro da escola. Aliás, coisa que adoro por estas bandas dos alpes gelados é que a leitura diária é levada muito a sério. E eles tem que ler em voz alta para alguém, que neste caso, sou euzinha. Cada um na sua vez, diariamente e eu virei uma “ouvidora” de histórias. Então, “taveu” fazendo catando algum chinelo, lápis, coco da cachorra algo que não me lembro bem agora e lá vem Tom, pra fazer a leitura deste livro:    O livro era daqueles antigões, com a capa dura e um cheirinho peculiar de naftalina (Oi?). Mas era da biblioteca da escola e estava bem conservado e encapadinho. Ainda perguntei a ele: “ Quem escolheu este livro filho? ” e ele… “ eu mãe, achei a capa bonitinha” .  O livro não tinha propriamente uma capa com apelo interessante para a le

Série co-autores, conte sua história no blog! Hoje, a conquista do parto natural e quem nos conta é a Karime.

Hoje a série co-autores do Contos , renasce, literalmente.  Além de trazer um lindo relato de parto, dia 20 de janeiro de 2013 , é o dia em que a personagem principal desta história real, a Lara, completa 1 aninho.   P a r a b é n s L a r a !!  Voilà, o conto: Bom dia Mamães! Hoje, dia 20, minha filhota completa 1 ano :) E para comemorar e começar o dia com toda boa energia e em alto astral compartilho com vocês como foi o parto dela... FOI ASSIM:  Pessoas queridas do meu coração, estou aqui, menos de dois anos depois do relato do nascimento do Luca para escrever sobre o parto da Lara! Uma experiência tão marcante e intensa que é preciso respirar fundo várias vezes para tentar traduzir tamanha emoção em palavras... Como sabem, sonhava vivenciar o parto natural e por se tratar de uma tentativa depois de uma recente cesariana tudo já era naturalmente diferente... opiniões daqui, estatísticas dali, pesquisas de lá, ‘achismos’ acolá ... e o meu desejo acima de tudo! Sorte, mu

Aniversário Solidário

"Você é a mudança que deseja ver no mundo"  Mahatma Gandhi  EMPATIA Segundo a definição que encontramos aqui ,   Empatia   significa a   capacidade psicológica  para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em   tentar compreender sentimentos e emoções , procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.  A empatia leva as pessoas a ajudarem umas às outras. Está intimamente ligada ao altruísmo - amor e interesse pelo próximo - e à capacidade de ajudar. Quando um indivíduo consegue sentir a dor ou o sofrimento do outro ao se colocar no seu lugar, desperta a vontade de ajudar e de agir seguindo princípios morais. Assim surgiu a ideia de este ano, pela segunda vez nestes meus ... vinte e poucos quarenta e dois  anos, reunir várias amigas (mais de quarenta) que também moram aqui na Suíça para uma confraternização do meu aniversário (3 /3 anota ai), no Dia Internacional da Mulhe